domingo, 24 de abril de 2011

Que fé é a minha? ( Parte I )



Pergunto-me eu. Vezes sem conta, questiono-me... interpelo-me e confronto-me com a Palavra de Deus.

Recordo com alegria, ternura, carinho e amor até... a minha conversão!
Se foi fácil? Não. Não é fácil... a conversão, é um caminho continúo e perseverante. Não reconheço em mim, algum mérito... vejo antes nos outros, na comunidade, a intercessão não só por mim, mas por cada um de nós.

Comparo a oração de intercessão a um enorme gesto de "mãos dadas"... imagine-se se de repente todas as pessoas do mundo decidissem dar as mãos ao mesmo tempo... eu imagino um belíssimo quadro fraterno. Creio que a oração de intercessão, tem a capacidade de não só unir, mas também amar quem talvez nunca se venha sequer a conhecer.

Nesta Semana Santa que acabámos de meditar e viver, tive a oportunidade de meditar uma vez mais no caminho que se faz para Deus, partilho aqui a minha reflexão.

Um dia e após algum tempo de afastamento da Igreja, pedi oração por mim... a minha vida, parecia ter entrado num circulo sem saída á vista. Sempre prezei, bons princípios morais e mesmo afastada da Igreja lutei por muitos deles, se bem que outros se fundiam e confundiam com a mentalidade da nossa sociedade e me levavam ao erro.

Depois de ter pedido oração, tudo me parecia estar a piorar... tinha então "todos os motivos" para virar as costas de vez á Igreja!

(Continua)


8 comentários:

Felipa disse...

Definir a nossa fé nem sempre é fácil, por vezes andamos desencontrados do verdadeiro sentido que a fé deve ter, até que Deus se compadece de nós e nos estende a Sua mão, muitas vezes na forma de oração fraterna que os outros por nós Lhe dirigem.

Desejo uma santa Páscoa (aqui amanhã continua...) e um bom feriado.
Beijinhos

Fa menor disse...

Cristo vive! E porque vive, enche de entusiasmo o nosso existir.
Feliz Páscoa, para ti e família, na alegria de Jesus ressuscitado!

Beijinhos

Alma peregrina disse...

Aleluia pela Ressurreição de Cristo! No Seu Corpo Glorioso! E também em cada um de nós, quando nos convertemos à Sua Verdade!

Uma Santa Páscoa! Fico a seguir o blog!

Pax Christi

Filha de Maria disse...

Felipa;

Grata pelas suas palavras. Sim tem razão... a oração de intercessão, é a mão de Deus que se estende até nós.

Santa Páscoa

Filha de Maria disse...

Amiga Fa;

Agradeço e retribuo.

Beijinhos

Filha de Maria disse...

Alma Peregrina;

Seja bem-vindo. ~

Fique á vontade.

Abraço em Cristo

malu disse...

Sim, a nossa conversão não tem fim, ou melhor, terá que ser feita até ao fim. Só temos este tempo que Deus nos concede para tal. Que seja vista por etapas, patamares, janelas abertas ou novas paisagens que queramos pintar sempre mais bonitas. Não vale a pena olhar para trás. E todos os dias colher a Palavra que é sempre viva e actual. O bom fruto que nos alimenta de verdade. É-nos sempre Nova. Renova-nos. Fortalece e abre-nos novos horizontes. É para esses que temos que olhar e com esperança. Sempre em frente.

E até mesmo com o terço e há quem diga: "sempre as mesmas continhas, o mesmo numero de orações, as mesmas orações..." e não é. Como tu sabes. E porque lá está o Fruto Novo na Palavra...

Bjs Filha de Maria!
(estava com saudades de passar aqui...)

Filha de Maria disse...

Malu;

ocorre-me apenas dizer-te... obrigada! Saberás o que esta palavrinha contém.

Bjs