quarta-feira, 27 de julho de 2011

Lá ao fundo...


... no horizonte, aquele ponto mais longinquo... aquele onde todas as formas se fundem, é precisamente onde estou!

Desci alguns degraus, sem grandes embaraços, sem grandes lamentos. Fi-lo no momento em que o "guia" - aquele que te orienta no caminho - se demitiu das suas funções. 

Não é grave descer até ao ultimo degrau... não é grave parar ou até recuar, mas... ficamos mais perto da saída!

Há muitas questões sem resposta na minha cabeça... mas mais preocupantes, são as questões que invadem o meu coração! 

Será que N. Senhor, quer que vivamos assim a fraternidade?
Será que N. Senhor, quer que sejamos comunidade assim?

Certamente farei a minha correcção fraterna, mas primeiro necessito tranquilizar-me! Tenho mesmo muito para dizer, mas só o essencial, deve ser proferido.

4 comentários:

concha disse...

Querida amiga
Os outros são sempre um caminho para Deus.Quem disse que era fácil trilhar esse caminho?Sei que a correcção fraterna é aconselhada em certas situações, embora me sinta sempre muito indecisa em fazê-la.Prefiro sempre optar por ser eu própria e mesmo que possa ferir terceiros,fui verdadeira. Quando quero caminhar para Deus é essencialmente o que me é pedido. Até posso estar errada, mas procurei ser coerente.As tuas partilhas, fazem-me sempre pensar.
Beijinho grande

DE MÃOS DADAS disse...

Não vou deixar de colocar o meu parecer.
Não é fácil viver com certas pessoas, tão pouco o é ser-se verdadeiramente quem se é, sem que outros apontem o dedo.
Mas o que conta é a consciência, e saberes tu, quem és, o que queres e porque o fazes.
BEIJINHOS Cheios de sol Aquele sol que faz derreter o gelo do nosso coração.
Utilia

Filha de Maria disse...

Amiga Concha;

Muito obrigada pelas tuas palavras...

Beijinho fraterno

Filha de Maria disse...

Amiga Utilia;

Sabes quando não há nada mal feito, nada mal dito... nada, mesmo nada e... de repente, não te ouvem, não te falam... estão ao teu lado e passam sem te ver, "sem te conhecer...", todos olham e reparam no procedimento que é "novidade".

Simplesmente é humilhante e... creio que já mereceu atenção demais este assunto. Só que "não mata, mas mói."

Beijinho fraterno.