quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Sim!





Nem sabia que poderia ir, mas no ultimo momento pude ir... apesar das minhas dúvidas... sem certezas nenhumas.

Eu não pertenço ali, Senhor! Olha Senhor, o que tenho vivido ali...

O que havia para fazer, deixou de haver... o tempo que eu não tinha, passei a ter... fui!
Cheguei muito perto do inicio... iriamos rezar por um dos "meus filhos espirtuais" [ podem ler mais aqui ].

O rosto mostrava-me muitos traços de sabedoria, viúvo, disse-me. Nas mãos cansadas de uma vida inteira, um punhado de memórias... recordações felizes na companhia "deste meu filho". Momentos que se registam no coração para sempre... são momentos que ficam, mesmo num colorido antigo, a preto e branco!

"Telefonou-me 2 dias antes... queria visitar-me... olhe... afinal..." - Ouvi-o com atenção e com um sorriso no rosto...

Não há "mãe" que não goste de ouvir falar bem dos seus filhos!

Após a Sagrada Comunhão, ofereci por este "meu filho" todos os possiveis beneficios espirituais do dia de hoje. - "Se Vos for agadável, Senhor!"

2 comentários:

teresa disse...

miga , tens um coração enorme ..
sempre carinhosa e preocupada com os outros ...
sabes ontem ajudei uma pessoa ,, e perguntaram-me « para que te dás ao trabalho »»»
porque a alegria de ver a alegria e alivio no rosto da pessoa que precisa é uma recompensa única e maravilhosa ,, fico feliz com a felicidade dos outros ...

jinhos grandes ....

Filha de Maria disse...

Teresita;

É isso mesmo... vale sempre a pena ajudar, ouvir e acarinhar quem cruza o nosso caminho.

Beijinho fraterno minha linda.