segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O Serviço!


O Pe. falou do serviço. Estar ao serviço dos outros, amar o outro estando ao seu serviço, em gesto de humildade! Eu, não tenho estado em "serviço", pelo menos na linha da frente. Rezo assim pelos que lá estão.

Por motivos vários, entreguei hoje o que me havia sido confiado, enquanto estive ao serviço! Procurei quem coordena... e inventariei tudo o que devolvi. A resposta surpreendeu-me: - "Precisamos de ti!"

Ouvi com atenção todos os progressos que têm feito, ouvi ainda as várias necessidades... argumentei em minha defesa, com verdade e sem entrar em detalhes. Só Deus sabe o que virá!

E porque em mim, só ainda estava Jesus... sai e fui comer! Calmamente digeri aqueles alimentos... voltei a entrar e... Adorava-se JESUS!

No ultimo banco, ajoelhei-me... peguei no meu terço e pedi por aquele que está doente nesta hora, filho amado de JESUS! No meu coração, ecoavam as promessas matrimoniais... promessas essas, que nunca perdi de vista! O que senti naquela hora, é que apesar de "tudo", não devo nunca perder de "vista", estas promessas.   

No fim do terço, alguém me ofereceu a oração do Magnificat... rezei-a em forma de conclusão do terço. Abri a Sagrada Escritura, e surpresa total... de novo o mesmo Salmo (Sl 139(138)) - da Bíblia dos Capuchinhos. Devo abandonar-me a N. Senhor, é este o meu caminho...

Irromperam a cantar em alta voz:   Eis-me aqui Senhor... o meu coração é para Ti... - as lágrimas caíram no mesmo tom em que cantavam!

Sem comentários: