quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Sou intolerante à dor!


Confesso que sou intolerante à dor. Não importa onde... mas não a suporto durante muito tempo. 
Não sei se sou fraca demais, ou se a dor é forte demais... mas desde que me lembro de existir, que tenho este "contacto" com a dor. Tira-me as forças e energia... recorro então a medicamentos, vezes há que as medidas são mais drásticas e chega a haver necessidade de o medicamento ser administrado por via intravenosa. Talvez a dor seja mesmo muito forte...

Hoje mal pus os pés fora da cama, foi como que se estes ligassem o "on" da dor... e tão forte novamente!!! Se não fossem as minhas muitas obrigações, teria cedido [não gosto de ceder, de parar, de me render assim de mão beijada, dou luta]... muito antes do pequeno almoço, tomava em jejum o medicamento (abençoado medicamento), nunca me questionei porquê a mim? 

Dentro da minha intolerância, tolero-a [dor], já lá iam algumas semanas que nada tinha... hoje, sem conseguir rezar logo pela manhã [palavra que isto me tira do sério, as forças, a energia, o animo... só não me tira a vontade de continuar.], ofereci tudo a N. Senhor, pelas minhas intenções.
Assim espero que LHE seja agradável. 


Sem comentários: