quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Falávamos sobre "pecado"...



"Oh, mãe... a preguiça também é pecado?" - Aquele rostinho deixava denunciar, desilusão e incapacidade própria. Respondi-lhe que sim, que a preguiça também era pecado. 

"Oh, mãe... mas a cama é tão quentinha, sabe tão bem... eu, nunca vou conseguir..." - Sorri-lhe em jeito de esperança e adiantei:

"Meu amor, até alguns santos sentiram preguiça, mas nunca se deixaram vencer por ela. A caminha quentinha, sabe  bem a todos nós... mas deixarmos de fazer as nossas obrigações, para ficar na caminha quentinha, isso sim é pecado."

"Os santos, mãe? Mas, são santos!" 

"Os santos também pecaram, mas nunca deixaram de lutar contra o pecado. Um dia que te lembres, fala com o Sr. Padre sobre a preguiça e depois ouve-o com atenção."
 

4 comentários:

teresa disse...

que lindo amiga ... obrigada pela partilha desta conversa tão inocente e pura ..
beijinhos ..


volteiiiiiiiiiiiiiii kkkkkkkkkkk

Dulce disse...

que ternurento diálogo:))
Como é bom e sabe tão bem ler-te.
Obrigada e um beijinho

Filha de Maria disse...

Teresita;

Ainda bem que voltas-te! Eeeeeh!

Confesso, que estas conversas me fazem sentir, cada vez mais, mãe!

Filha de Maria disse...

Amiga Dulce;

Sempre presente minha linda...
Obrigada pelas tuas palavras de incentivo. Confesso que estes diálogos, são ainda um pequenino fruto do muito que tenho investido.

Beijinho fraterno