quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Esoterismo - O Roubo das Sagradas Particulas - A voz de quem luta diariamente contra os seus malefícios. (Parte VII)

Continuação


Em relação ao roubo das Sagradas Partículas = Corpo de Cristo, o orador informou toda a assembleia das novas técnicas que vão surgindo. 

Muitos pensam que a Sagrada Partícula, é roubada apenas por quem recebe a Comunhão na mão. Enganam-se redondamente!

1 - Temos de facto quem recebe a Sagrada Comunhão na mão, e, que se desvia para o lado da fila, fazendo com as duas mãos como que uma "caixinha", simula que leva à boca e guarda-a, para os fins menos próprios. 

2 - Temos quem utilize um aparelho do tipo "ortodontico", que prende nos molares. Esse aparelho funciona com uma película muito fina, flexível e totalmente invisível ao ministro que distribui a Sagrada Comunhão. Essa película  que está em contacto com o céu da boca e língua (2 partes), assim que a boca se fecha, já com a Sagrada Partícula, Esta fica intacta... não toca na boca de quem a recebe (apenas na película). 

3 - Temos ainda uma mais elaborada. Esta ultima envolve 2 pessoas e um telemóvel no silêncio, mas em modo de vibração! Uma pessoa distrai o Padre, mantendo com ele uma conversa na Sacristia e/ou Cartório [algumas destas pessoas, podem até já ter algum à vontade com o Sr. Padre], fazendo de tudo para que este não se aproxime do Sacrário, e no seu bolso têm então um telemóvel em modo vibratório. A segunda pessoa, informada e/ou ajudada pela primeira, com a chave do respectivo Sacrário, abre-o, retira algumas das Sagradas Partículas, tenta deixar tudo a parecer intacto e de modo que o Padre não dê conta que faltam Sagradas Partículas. Depois de o roubo ter sido efectuado, envia uma mensagem à primeira pessoa  que se encontra a distrair o Sr. Padre, dá uma desculpa e sai. Pois o roubo já foi consumado!


3ª Técnica (explicação)

Há paróquias, em que a chave do Sacrário é guardada debaixo de uma toalha no altar onde se encontra o próprio Sacrário. Além de ser proibida esta prática (a Igreja proíbe-a), corre-se muitos riscos. Noutras Igrejas, a referida chave, é guardada na Sacristia num sitio em que muitos sabem. Não só os ministros extraordinários da comunhão, como acólitos e entre outros que se movimentam livremente dentro da Igreja. Cuidado! Também isto deve ser evitado. 

O orador, Padre Exorcista, afirmava que quem utiliza esta técnica, pretende fazê-lo repetidamente. Ou seja, normalmente são satânicos, e necessitam com frequência de um determinado numero de Sagradas Partículas, para profanar em missas negras/ satânicas. Alertava ainda a assembleia, que essas pessoas podem até estar ao serviço dessa paróquia, pior ainda... podem até ser, ministros extraordinários da Sagrada Comunhão. Fez-se um terrível silêncio e o próprio orador, fez uma pausa... como quem espera, que o outro recupere o fôlego... e adiantou: "Podem imaginar, o quão gravoso que é!"

Continua

Sem comentários: