segunda-feira, 23 de abril de 2012

Pedi...

... a amigos, para rezarem por mim, por este meu medo.


Não quero, nem gosto deste tipo de sentimentos... e por isso, hoje pedi ao meu Pároco para rezar por mim!



6 comentários:

Dulce disse...

Querida amiga
Gosto muito de cantar assim:

"Porque tenho medo/se nada é impossível para Ti?..."

Continuo orando por ti.
Um beijinho abraçado

Filha de Maria disse...

Amiga Dulce;

Conto com a tua oração! Obrigada!!

Adicionei um video com a musica... obrigada por ma relembrares.

Beijinho fraterno

Ailime disse...

Olá amiga Filha de Maria,
E com Jesus e Maria nada é impossíbel para nós. Há momentos nas nossas vidas em que nos sentimos assim, mas a força do Amor de Deus é maior que todas as vicissitudes da vida e Ele levanta-nos e acolhe-nos.
Um beijinho fraterno.
Ailime

Concha disse...

Querida amiga
Hoje estou assim...fui à missa e emocionei-me com a homília,olhava para a cruz e emocionava-me,vi notícias na tv que me fizeram deixar caír uma lágrima.Há dias assim em que nem nós nos entendemos.
Isto parece não vir a propósito, mas o que partilhas ácerca do teu medo, fez-me lembrar outras alturas em que eu também tinha medos.Os meus medos eram de enfrentar as pessoas.Estar em igreja, ajudou-me e de que maneira a ultrapassar estas dificuldades.Jesus passou o pior de tudo e tudo suportou.Isso dá-me a força necessária para hoje ser capaz de olhar os outros e perceber que por detrás de imagens por vezes tão bem construídas há fragilidades enormes.Ninguém consegue fugir a elas.O mundo não muda por pensarmos assim, mas pode mudar a nossa atitude perante ele.É isso que te quero dizer,apoia-te na força de Deus, como eu aliás tento fazer para me superar cada vez que enfrento alguma situação menos agradável.
Rezo também por ti Áquele que tudo pode.
Beijinho grande

Filha de Maria disse...

Ailime;

Sim. Se Cristo é por nós, quem será contra nós?

Obrigada pelas suas palavras.

Beijinho fraterno.

Filha de Maria disse...

Amiga Concha;

Estive assim todo o dia, as lágrimas inundavam-me os olhos e eu, lutava para não as deixar cair. As palavras de esperança e força do meu Pároco, comoveram-me... e durante todo o dia, ecoaram no meu coração.

Beijinho fraterno