quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Um dia de Estio...



Esta foto não é minha... mas já ali estive, e sabe bem recordar.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Estive no Santuário de Fátima...

Rosa recebida após a Novena das Rosas.


... e fiz, como sempre faço. Comecei pelo Sacramento da Reconciliação, acendi uma vela pelas minhas intenções e falei com a Mãe! 

A penitência que me foi dada desta vez, foi falar com a Mãe... pedir-lhe um sinal... sei bem, que nestas coisas, não há passos de magia... não basta rezar, pedir... há que esperar... esperar o tempo de Deus. 

Já aqui partilhei, que "perdi" o meu confessor habitual. Perdi-o na altura pior... foi então que me calei, rezei e esperei... 

Não foi fácil, até porque vi tudo virado do avesso nessa altura... foram várias as vezes, que me senti tentada a falar com o meu Pároco, a contar-lhe tudo... a pedir-lhe ajuda... mas escolhi sempre falar com Sacerdotes que não me conheciam... a grande questão que me travava, era a possibilidade de eu estar a pecar ainda mais, ao contar tudo ao meu Pároco... de dizer-lhe no fundo, que na altura (muito antes de ser meu Pároco), em que me aconselhou este seu colega, eu ter dito que não sabia se de facto seria a escolha certa... argumentou e aceitei de forma obediente a sua indicação... afinal, eu estava certa!

Desta vez foi-me dada a ordem, de falar com o meu Pároco... de contar-lhe tudo... prometi fazê-lo assim que este regressasse de férias. Ainda assim, continuo a necessitar de um "sinal" da Mãe... e por isso fiz a Novena das Rosas a Sta. Teresinha do Menino Jesus, ontem foi o ultimo dia... e hoje recebi a rosa... sinal que os nossos pedidos são ouvidos. 

Louvado Sejas Meu Senhor e Meu Deus, pela Tua Bondade, pelo Teu Amor!

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O "Peso" do Padre...




Hoje não era o meu Pároco a celebrar missa, está de férias. O Padre que o substituía, chegou em cima da hora, por isso começou mais tarde a Eucaristia. Não o conheço bem, mas lembro-me dele e hoje achei que havia algumas diferenças. 

A voz era trémula... e alguns dos gestos, pareciam-me involuntários - vulgarmente e/ou erradamente denominados de tiques - por momentos, olhei-o... e pareceu-me sentir-lhe um enorme peso... não sei como explicar... mas ocorreu-me a imagem do nosso saudoso Beato João Paulo II, já doente com Parkinson e que até ao ultimo momento não desistiu...

Só o tempo o dirá, se aquilo que senti é verdadeiro... acreditem... preferia que não, que fosse apenas uma má impressão minha... por momentos comovi-me e as lágrimas andaram por ali a bailar... cai que não cai e lembrei-me de oferecer a Sagrada Comunhão, por este Sacerdote, e fi-lo!

Já de regresso a casa, a pergunta que me desassossegou: "Mãe! O Padre tinha a voz estranha... - Trémula, disse-lhe eu - Sim, mãe... isso!"

Peço ao Pai, que lhe dê o que mais necessita! E só mesmo o Pai, o sabe verdadeiramente. 


sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Tenho um coração de Pedra... (Parte II)




... que é como quem diz, tenho um coração ferido demais... e a dada altura fechei-o!

Este singelo blog, não é um cantinho para desfiar amarguras da vida, nem um "muro de lamentações"... apenas tenho vindo a partilhar o meu ciclo de vida em Cristo. E viver em Cristo, não nos torna imunes, á dor, ao sofrimento, às humilhações... apenas e tão sómente nos fortalece e nos ensina a superar! Parece pouco, mas não é, acreditem!

Sofri, com as mulheres "santas" da igreja. Ainda há quem se julgue superior na igreja.
Sofri, com quem faz "carreirismo" na igreja. Ainda há, quem não entenda o que é o serviço na igreja.
Sofri e sofro com quem me chama "beata"...
Sofri e hei-de sofrer muito mais com todas estas e outras coisas... porque a fé não me dá imunidade, apenas me fortalece para superar e perdoar!

Tenho plena consciência, que fechei o meu coração a dada altura... levantei a cabeça sem sorrir e endureci também o meu rosto... nada de sorrisos, para que não tenham a confiaça necessária de se chegarem a mim e me magoarem... chama-se a isto, criar distância!

Esta sou eu, "Filha de Maria", que para o ser verdadeiramente tenho muito a aprender, a mudar... mas só o conseguirei fazer, com a força da Comunidade, em Igreja a bem dizer. Assim sendo, já se viu que em nada a Igreja tem culpa... apenas e tão sómente esta vivência em comunidade não é fácil... então, quem é que tem de mudar? 

Quem tem de mudar, sou eu! Sou eu, que por amor a Cristo não posso desistir de amar o próximo, de o perdoar gratuitamente... tenho de tomar diáriamente as "vitaminas" que me fortalecem...

Quão pequenina e frágil sou! Sou isto!   

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Tenho um coração de pedra...



... com algumas brechas!

Impôs-me as mãos e orou por mim em Línguas. Eu acabara de dizer a JESUS Sacramentado, que queria muito, que rezassem por mim... "sozinha não posso mais..." - não me havia inscrito, por isso a possibilidade de rezarem por mim, era nula! Mas eu queria tanto... e disse-o a JESUS!

As lágrimas caíam silenciosamente, grossas e serenas... cada uma das suas palavras, era bálsamo para a minha alma. 

"Vinde a Mim, todos vós que andais cansados, pois o Meu jugo é suave - foram estas as suas primeiras palavras -  O Senhor, quer ajudar-te a levar a tua cruz, Ele quer aliviar-te... pelas vezes que o Tens ajudado a levar a Sua Cruz, por tudo aquilo que LHE ofereces... o teu coração está como uma rocha, com algumas brechas, por onde a Graça do Senhor te alcança... esta dureza de tantas humilhações, de sofrimentos ao longo da tua vida... o Senhor, hoje te concede o dom da libertação..."  

Esta irmã, nada conhece a meu respeito... apenas se sentiu inspirada a orar por mim!

É hora de pedir a JESUS, por intercessão de Maria, que transforme o meu coração de pedra, num coração de carne! Reconheço que tenho muito a perdoar... se muito perdoei, muito mais tenho para o fazer... não é fácil, mas é possível com a Graça de Deus N. Senhor Jesus Cristo.

Ele ouve-nos sempre! E essa é uma dúvida, que há muito não tenho!