quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O "Peso" do Padre...




Hoje não era o meu Pároco a celebrar missa, está de férias. O Padre que o substituía, chegou em cima da hora, por isso começou mais tarde a Eucaristia. Não o conheço bem, mas lembro-me dele e hoje achei que havia algumas diferenças. 

A voz era trémula... e alguns dos gestos, pareciam-me involuntários - vulgarmente e/ou erradamente denominados de tiques - por momentos, olhei-o... e pareceu-me sentir-lhe um enorme peso... não sei como explicar... mas ocorreu-me a imagem do nosso saudoso Beato João Paulo II, já doente com Parkinson e que até ao ultimo momento não desistiu...

Só o tempo o dirá, se aquilo que senti é verdadeiro... acreditem... preferia que não, que fosse apenas uma má impressão minha... por momentos comovi-me e as lágrimas andaram por ali a bailar... cai que não cai e lembrei-me de oferecer a Sagrada Comunhão, por este Sacerdote, e fi-lo!

Já de regresso a casa, a pergunta que me desassossegou: "Mãe! O Padre tinha a voz estranha... - Trémula, disse-lhe eu - Sim, mãe... isso!"

Peço ao Pai, que lhe dê o que mais necessita! E só mesmo o Pai, o sabe verdadeiramente. 


8 comentários:

Ailime disse...

Amiga Filha de Maria,
E como a vida de quem segue Jesus verdadeiramente não é fácil. Os servos do Senhor dão a vida por amor a Cristo e quantas dificuldades não têm, por vezes, de suportar.
Temos o exemplo deste nosso grande Amigo, João Paulo II, que tive o privilégio de ver duas vezes em Lisboa (e como o seu exemplo me continua ainda a dar força) tanto que sofreu e nunca desistiu.
Deus queira que esse Sr. Padre não tenha nada de grave e continue a ter a força suficiente para continuar a servir o povo do Senhor. E tanta falta nos fazem os nossos pastores.
Beijinho fraterno.
Ailime

Anónimo disse...

Filha de Maria, desculpe a minha curiosidade, mas parece-me pelos textos que leio, que voce diz ter um dom, estou certa nessa minha apreciação?

Filha de Maria disse...

Ailime;

É verdade. Por vezes olhamos para o Padre, e esquecemos-nos que são humanos, que também adoecem e sofrem... e que ainda assim, continuam a servir, a Deus!

Beijinho fraterno.

Filha de Maria disse...

Anónima;

Não percebo bem a sua pergunta... contudo; sugiro que leia a Parábola dos talentos, em Mt 25, 14-30.

Talvez possa colocar a pergunta mais explicita?! Seja bem-vinda.

Anónimo disse...

Eu sinto que a Filha de Maria é intuitiva, ou, empática. Daí a minha questão sobre o dom.
Quanto à parábola, já li, mas não entendi o que queria mostrar-me ou dizer-me...

Dulce Gomes disse...

E bem sabemos como é nossa obrigação enquanto cristãos rezar pelos nossos sacerdotes.
Bem hajas filha de Maria.
Beijinho

Filha de Maria disse...

Olá anónima;

Peço desculpa, mas só agora me foi possivel vir até aqui.

Não, não sou intuitiva. Sou apenas católica e tenho crescido espiritualmente no Renovamento Carismático Católico.

Os 7 Dons do Espirito Santo são: Sabedoria, Entendimento, Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade, Temor de Deus.

Na Parábola que lhe aconselhei a ler, mostra que cada um recebe "talentos", não conforme o que cada um quer, mas conforme o senhor quer. Com os Dons do Espírito Santo, é o mesmo. O Espírito Santo sopra onde quer e dá os seus Dons conforme a sua vontade, e, estes nunca são para beneficio próprio, mas antes para o bem da comunidade.

Poderá ainda ler um pouco mais sobre isso aqui:
http://www.cancaonova.com/portal/canais/eventos/novoeventos/cobertura.php?tit=Dons+do+Espirito+Santo&cod=2302&sob=6393

Deus N. Senhor, a abençoe.

Filha de Maria disse...

Amiga Dulce;

Obrigada minha linda.

Jokas.