terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Amizade... (Parte III)




De algum tempo a esta parte, passei por um periodo de cansaço, desilusão e... incredulidade, face á humanidade. Quis baixar os braços, desejei mesmo fazê-lo... foi um tempo longo. Quão longo? Não posso precisar, mas parecia-me atravessar um imenso deserto... fiz paragens e quis arrepiar caminho... mas avancei em passadas minusculas e não raras foram as vezes que disse a JESUS: "Quero ser, mais e mais de Ti!"

No ultimo Sábado - Sábado da Alegria, 3º do Advento - quis confessar-me antes da Eucaristia, mas a vida não é como eu quero e só pude fazê-lo após a mesma. Reconheço que não estava muito tranquila, queria entregar esta minha falha a JESUS... tinha o coração apertadinho e triste, por ter desejado desistir de caminhar para a santidade.

Tudo o que JESUS faz, faz bem!

Durante a Eucaristia, N. Senhor fazia-me sentir neste meu coração apertadinho e triste, que quando eu queria desistir e andar para trás, era precisamente quando dizia a JESUS: "Quero ser, mais e mais de Ti!" Foi então que me enchi de uma alegria imensa, e com esta grande alegria acabei por confessar-me com um grande sorriso no rosto e coração!




terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Amizade... (Parte II)



"A diferença entre o amor e a amizade

... na amizade há segurança sem que exista pressão. O que não podemos conhecer do outro deixamos serenamente que permaneça incognoscível. (...) Na amizade aceitamos de forma mais natural a diferença, uma certa distância que não vem considerada como obstáculo à confiança, mas, pelo contrário, é condição  de revelação de si. Essa distância dá liberdade à pessoa para ser autêntica..."

José Tolentino Mendonça



Gosto deste trecho, especialmente quando falamos de "supostas" amizades.  Há de verdade uma distância necessária na amizade, a distância que me reserva o direito ao silêncio, ou à partilha, conforme o caso, mas o que não cabe aqui nunca... é a indiferença disfarçada de outras coisas!


------------------ 

Tenho andado mesmo muito ocupada, e por isso afastada daqui e das minhas leituras. Volto assim que poder.